Cidade indonésia coloca 'cadeados de castidade' em massagistas

Medida é adotada para melhorar imagem de casas de massagem, conhecidas como locais de prostituição

Da BBC Brasil, BBC

10 de abril de 2008 | 07h20

A decisão de casas de massagem de uma pequena cidade da Indonésia de colocar 'cadeados de castidade' nas roupas íntimas das massagistas para acabar com a reputação de que os locais servem como ponto de prostituição está causando polêmica no país. A medida foi inicialmente introduzida por uma casa de massagem da cidade de Batu, em Java Oriental, mas o governo local resolveu obrigar as outras casas da cidade a adotar a prática. Integrantes do próprio governo da Indonésia se disseram contrários à medida. A ministra dos Direitos da Mulher, Meutia Fardia Hatta Swasono, disse que ela é um "insulto" às massagistas. "Essa não é a maneira correta de prevenir prostituição. E representa um insulto às mulheres, como se elas fossem as culpadas", disse Swasono ao jornal Jakarta Post. Meutia disse que a maneira mais correta para diminuir a prostituição nas casas de massagem seria melhorar os sistemas de segurança, como a adoção de câmaras de circuito fechado de TV. Mas segundo o Jakarta Post, as autoridades de turismo da capital, Jacarta, estão avaliando a possibilidade de introduzir a medida para melhorar a reputação das casas de massagem. Os 'cadeados da castidade' impedem que as roupas das massagistas sejam abertas. Casas de massagem são populares na Indonésia, mas são muitas vezes vistas apenas como fachadas para casas de prostituição.     Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
Indonésiacastidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.