Cidades paulistas permanecem em estado de atenção

A chuva deu uma pequena trégua hoje, mas com a previsão de novos temporais para o fim de semana, as cidades do litoral sul paulista permanecem em estado de atenção. Em Mongaguá, o nível da água baixou um pouco e algumas pessoas que estavam desalojadas já retornaram para as suas casas. De acordo com a Defesa Civil local, 12 famílias, totalizando 60 pessoas, sendo 23 crianças e 8 adolescentes, continuam abrigadas no Ginásio de Esportes Agenor de Campos.

REJANE LIMA, Agência Estado

17 de dezembro de 2010 | 16h31

A diretoria de Assistência Social afirma que está auxiliando às famílias instaladas no local, porém, informou que aceita doações de colchões, roupas e calçados e que os interessados em doar podem ligar para o telefone (13) 3507-1074. Em Peruíbe, onde as enchentes atingiram principalmente os bairros Jardim Romar e Caraguava, apenas uma família de cinco pessoas não conseguiu retornar para casa e continua alojada na Defesa Civil.

"Outras duas famílias já puderam retornar", afirma o chefe da Defesa Civil Marcelo Araujo Tamada, completando que o estrago causado pelas chuvas só não foi maior porque a maré colaborou. "O mar não ficou ressacado, como costuma ocorrer nessas ocasiões". Em Cubatão, onde grande parte da população vive em áreas de risco na encosta da Serra do Mar, não houve registro de ocorrências desde a última quarta-feira, quando um barraco foi interditado, mas a cidade também continua em estado de atenção.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvalitoralSPestado de atenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.