Cientista descobre processo de "ressurreição" de bactéria

O cientista croata Miroslav Radmandescobriu o processo pelo qual uma bactéria reverte a "morte" provocada por radiação, e a descoberta poderia ser usada na criação de remédios pararecuperar neurônios mortos, informa o jornal croata JutarnjiList. Trata-se da bactéria Deinococcus radiodurans, capaz de resistir mesmo quando seu material genético é quebrado por fortes radiações em centenas de partículas, oque, para qualquer outra célula, significa a morte. "A Deinococcus ´aprendeu´ como encaixar novamente na ordemcorreta as centenas de fragmentos em um genoma funcional.Assim, a Deinococcus desenvolveu a capacidade de ´sobreviver àmorte´, e nós descobrimos como funciona esse processo", disse Radmanao jornal. A informação completa sobre a descoberta será publicada em 5 deoutubro na revista científica Nature. No mesmo dia haveráuma entrevista coletiva sobre o tema em Paris. Radman, de 62 anos, é professor na Faculdade de Medicina doInstituto Necker, em Paris, membro da Academia de Ciências Francesae fundador e chefe do Instituto Mediterrâneo para a Pesquisa da Vida(MedILS) em Split, na Croácia. Os pesquisadores disseram ao jornal que o processo descobertopoderia ser usado para a criação de novos remédios, que poderiamrecuperar neurônios semimortos ou mortos.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2006 | 14h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.