Cientistas barateiam produção do Lípitor

Pesquisadores do Instituto de Química da Unicamp associados ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Fármacos e Medicamentos desenvolveram um processo mais barato de produção da atorvastatina, princípio ativo do Lípitor. O remédio de uso contínuo para controle do colesterol é o mais vendido no mundo. Isso poderia tornar o genérico do medicamento, que custa R$ 70, mais barato.

, O Estado de S.Paulo

15 de dezembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.