Cientistas criam células semelhantes a células-tronco

Pesquisadores anunciam ter induzido células retiradas de ratos adultos a se comportar de forma semelhante às células-tronco embrionárias. O trabalho é descrito, em publicação antecipada, na revista científica Cell. As células produzidas - batizada pelos criadores como "células-tronco pluripotentes induzidas", ou iPS - exibem as características físicas, genéticas e de crescimento de células-tronco embrionárias. A expressão "pluripotente" refere-se á capacidade das células de se transformar na maioria dos demais tipos de célula."Células embrionárias humanas poderiam ser usadas para tratar diversas doenças, como diabetes ou danos na medula espinhal", diz Shinya Yamanaka, da Universidade de Kyoto, no Japão. "Mas há questões éticas ligadas ao uso de embriões humanos, bem como o problema da rejeição" do transplante das células para os pacientes.Esses problemas poderiam ser contornados se células pluripotentes pudessem ser obtidas a partir do corpo do próprio paciente. "Demonstramos que células pluripotentes podem ser geradas diretamente a partir de culturas de fibroblastos, com a adição de poucos fatores", afirma Yamanaka. Fibroblastos formam as fibras estruturais do tecido conjuntivo.A transformação ocorreu com a transferência de quatro genes para as células adultas: Oct3/4, Sox2, c-Myc e Klf4. Embora o experimento possa vir a ter amplas aplicações na saúde humana, nenhum teste com células humanas foi realizado ainda, e o uso do gene c-Myc, envolvido no desenvolvimento de vários tipos de câncer, pode não ser adequado para aplicações clínicas. Também não está determinado se as iPS podem fazer tudo que as células-tronco embrionárias podem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.