Cientistas desvendam técnica que criou misteriosos 'peixes-macacos'

Objeto estranho de museu londrino passou por exame de tomografia computadorizada

BBC Brasil, BBC

29 de fevereiro de 2012 | 13h00

Cientistas britânicos usaram exames modernos para tentar descobrir o mistério do peixe-macaco.

No começo do século 20, cientistas acreditavam que a relíquia poderia ser uma sereia mumificada. Mais tarde, descobriu-se que se tratava de um rabo de peixe costurado à parte superior do corpo de um macaco.

Estes objetos estranhos teriam sido obra de artesãos da Ásia nos séculos anteriores. Eles eram vendidos a marinheiros, que os usavam como amuletos da sorte.

Os cientistas da Universidade de St. George e do Museu Horniman de Londres, que possui um desses peixes-macacos, estavam relutantes em dissecá-lo por se tratar de uma antiguidade.

Em 2011 foi feito um exame de raios X no objeto e agora, com uma tomografia computadorizada, os cientistas conseguiram ver o arame e pedaços de madeira, além das camadas de argila ou gesso, tecido e cola que foram usadas para montar o objeto.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.