Cientistas encontram vínculo entre toxoplasmose e esquizofrenia

Cientistas britânicos descobriram uma relação entre o vírus da toxoplasmose - encontrado na carne crua e em fezes de gato - e o desenvolvimento da esquizofrenia, segundo uma reportagem publicada hoje pela revista Proceedings of the Royal Society B.Especialistas do Imperial College de Londres constataram esse vínculo ao comprovar que remédios contra a esquizofrenia são eficazes para combater o vírus Toxoplasma Gondii em ratos de laboratório infectados.Os pesquisadores trataram os animais com remédios utilizados como antipsicóticos e estabilizadores de humor, e comprovaram que são tanto ou mais eficientes que os normalmente receitados contra o parasita.Os medicamentos Haloperidol e Valporic conseguiram reduzir os efeitos do vírus no comportamento dos ratos e reduziram sua "tendência felina suicida", que faz com que sejam menos conscientes do perigo que os gatos representam.Os especialistas acham que isto demonstra que o vírus pode estar relacionado ao desenvolvimento de determinados tipos de esquizofrenia."Embora em nenhum caso estejamos dizendo que a exposição ao parasita leve diretamente ao desenvolvimento da esquizofrenia, este estudo e outros prévios apontam que pode haver uma relação entre o vírus e alguns casos da doença", explicou a professora Joanne Webster."Estes resultados trazem dados úteis à pesquisa de tratamentos contra a toxoplasmose e a esquizofrenia", acrescentou.Outros estudos já apontaram que certos tipos de esquizofrenia estão vinculados a fatores ambientais, incluindo o contato com o vírus."Ao demonstrar que os remédios contra a esquizofrenia afetam o Toxoplasma Gondii, obtemos mais provas sobre o possível papel do vírus no desenvolvimento de certos tipos de esquizofrenia", disse Webster.A toxoplasmose é uma infecção leve e muito freqüente, que afeta pessoas e muitas espécies de animais e pássaros, sobretudo os gatos. O mal é transmitido pela ingestão de terra contaminada, carne crua ou pelo contato direto com secreções e fezes de gato.Além disso, pode ser transmitida ao feto durante a gravidez através da placenta, e é a toxoplasmose mais perigosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.