Cientistas revertem calvície em ratos

Pesquisadores americanos que estudavam os efeitos do stress sobre os intestinos descobriram que o hormônio fator liberador de corticotropina (FLC), ligado tanto ao stress quanto à calvície, estimula o crescimento capilar. Segundo Million Mulugeta, da Universidade da Califórnia em Los Angeles, os resultados do estudo, publicados na revista PLoS One, podem ajudar a combater a calvície em humanos. / REUTERS

, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.