Cientistas tentam replicar mamute

Em março, cientistas da Rússia e Coreia do Sul anunciaram a intenção de clonar um exemplar pré-histórico de mamute que esteve congelado durante 10 mil anos em Iacútia, na Sibéria. Segundo os pesquisadores, as células-tronco do mamute serão transferidas para o útero de uma elefanta, que gestará o feto por 22 meses - a escolha se dá pelo parentesco genético entre os animais. A pesquisa é liderada pelo polêmico cientista sul-coreano Woo-suk Hwang, que em maio de 2005 enganou o mundo ao anunciar uma falsa clonagem de embriões humanos. / B.D.

O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2012 | 02h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.