Cinco alunos chegam atrasados para Enem na Uerj

A maioria dos estudantes que compareceu à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) para o segundo dia da prova do Enem chegou cedo para o exame. Apenas cinco alunos não conseguiram entrar depois que os portões fecharam às 13h.

DANIELA AMORIM, Agência Estado

23 de outubro de 2011 | 14h21

Alan Fernandes, de 18 anos, que tenta a carreira de Direito foi um deles. "Ontem, saí de casa meio-dia e quarenta minutos depois estava lá dentro. Hoje não deu. Vou tentar ano que vem", lamentou o estudante, que chorou ao contar à mãe por telefone, que não conseguiu chegar a tempo.

Daniel Lemos, de 22 anos, que tenta Biologia, culpou o atraso do ônibus. "Demorou muito a passar. Estava esperando desde 11h20. Só chegou uma hora depois", contou o morador de Olaria, na zona norte da cidade.

Para evitar qualquer imprevisto, Agatha Santos, de 17 anos, e mais cinco amigas moradoras de Jardim América, no subúrbio do Rio, chegaram bem cedo para fazer a prova. "Estou tranquila, confiante e estamos com uma tática boa de fazer a redação antes do resto", afirmou a estudante, que pretende cursar Artes Cênicas. Moradora da Pavuna (zona norte) na fronteira com a Baixada Fluminense, a aposentada Dulcinéia Miranda fez questão de chegar com a filha Caroline, de 18, três horas antes da prova ontem e hoje. "Fiquei até o final ontem. Ela foi praticamente a última a entregar a prova. Acho legal o apoio dos pais", disse Dulcinéia. A filha dela tenta uma vaga em engenharia civil.

Mais conteúdo sobre:
Rio de JaneiroUerjEnem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.