Cineasta Eduardo Coutinho é assassinado no Rio

Aos 80 anos, o documentarista Eduardo Coutinho, considerado o mais importante do País, foi assassinado neste domingo, em seu apartamento, na Lagoa, zona sul do Rio. O suspeito é o filho dele, Daniel, que teria problemas mentais.

EQUIPE AE, Agência Estado

02 de fevereiro de 2014 | 17h01

A mulher de Coutinho também foi ferida e está internada no Hospital Miguel Couto. O caso está na Delegacia de Homicídios.

Coutinho filma desde 1966 e é conhecido por filmes como Cabra Marcado para Morrer, considerado sua obra-prima, Edifício Master e Jogo de Cena.

Tudo o que sabemos sobre:
HOMICÍDIOEDUARDO COUTINHO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.