Cinegrafista atingido por rojão tem morte cerebral

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou a morte cerebral do cinegrafista da TV Band, Santiago Ilídio Andrade, de 49 anos na manhã desta segunda-feira, 10. Ele estava internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Souza Aguiar, no centro, com afundamento de crânio.

THAISE CONSTANCIO, Agência Estado

10 de fevereiro de 2014 | 12h29

Ele estava em coma induzido desde que foi atingido por um rojão de vara na cabeça, durante protesto na quinta-feira, 06. No mesmo dia, Andrade passou por uma neurocirurgia para estancar o sangramento e estabilizar a pressão intracraniana. Além do afundamento de crânio ele perdeu parte da orelha esquerda.

Tudo o que sabemos sobre:
protestoRiocinegrafistamorte cerebral

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.