Circo terá de pagar R$1 mi a pai de jovem morto por leão

Garoto foi morto em 2000 por dois leões no intervalo de um espetáculo em Jaboatão, em Pernambuco

Elvis Pereira, Agencia Estado

04 de outubro de 2007 | 19h20

O Tribunal de Justiça de Pernambuco aumentou nesta quinta-feira, 4, para um R$ 1 milhão a indenização por dano moral que o circo Vostok terá de pagar aos pais do menino José Miguel dos Santos, morto em 2000 por dois leões no intervalo de um espetáculo em Jaboatão dos Guararapes. Antes, em primeira instância, o valor determinado havia sido de R$ 300 mil. Os pais do garoto também contarão com uma pensão mensal por danos materiais.O relator do processo, o desembargador Jorge Américo Pereira de Lira, explicou que os pais de José receberão o valor equivalente a dois terços do salário mínimo vigente do ano em que ele estaria com 14 anos até os 25 anos. A partir daí, tal quantia passa a um terço. A pensão deixaria de ser paga com a morte de ambos os pais ou no ano em que José completasse 65 anos. O circo poderá recorrer da decisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.