Cirurgia do diabete continua proibida

MEDICINA

, O Estado de S.Paulo

10 de abril de 2010 | 00h00

A Justiça Federal negou o último recurso apresentado pelo médico Áureo Ludovico de Paula, criador da controversa cirurgia contra o diabete. Com isso, De Paula continua proibido de realizar a operação até que saia a decisão final da ação civil pública na qual ele é réu. Em janeiro, a Justiça Federal de Goiás suspendeu em caráter liminar a realização do procedimento até que De Paula o submeta à análise do Conselho Federal de Medicina e do Comitê Nacional de Ética em Pesquisa. O médico entrou com recurso, que foi parcialmente acatado, mas não liberou o procedimento. Os advogados do médico questionaram a nova decisão, dizendo haver contradições no texto. O pedido foi indeferido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.