Clínica próxima de Boston entra em quarentena por paciente com suspeita de Ebola

Uma clínica médica numa área próxima de Boston foi colocada em quarentena e um paciente foi isolado fora do hospital com um possível caso de Ebola, informou o Boston Globe no domingo.

REUTERS

12 de outubro de 2014 | 18h07

A polícia, os bombeiros e os serviços médicos de emergência chegaram ao Harvard Vanguard Medical Center, em Braintree, Massachusetts, disse Joe Zanca, do Corpo de Bombeiros de Braintree, ao Globe.

"O protocolo de Ebola está sendo realizado", disse Zanca, observando que o paciente em isolamento viajou recentemente para a África Ocidental.

Representantes do hospital, bombeiros de Braintree e departamentos policiais não estavam imediatamente disponíveis para comentários adicionais.

O atual surto de Ebola, o pior já registrado da doença, já matou mais de 4.000 pessoas, a maioria na Libéria, Serra Leoa e Guiné, na África Ocidental.

A notícia de Massachusetts ocorre horas após o anúncio de que uma profissional de saúde no Texas contraiu Ebola depois de tratar de um homem da Libéria que morreu da doença em um hospital de Dallas na semana passada.

(Reportagem de Peter Cooney em Washington e Frank McGurty em Nova York)

Mais conteúdo sobre:
EBOLABOSTONQUARENTENA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.