Clinton e Lavrov têm discussão vigorosa sobre Síria-autoridade

A secretária norte-americana de Estado, Hillary Clinton, teve uma discussão "vigorosa" com o ministro russo das Relações Exteriores em Munique neste sábado, sobre as objeções dele a um esboço de resolução sobre a Síria no Conselho de Segurança da ONU, e ela ainda espera que Moscou vote com um "sim", disse uma autoridade norte-americana.

REUTERS

04 de fevereiro de 2012 | 12h10

Hillary e Sergei Lavrov concordaram sobre a urgência da situação na Síria, e ela deixou claro que achava que a votação deveria seguir adiante no sábado, como programado, disse uma autoridade sênior do Departamento de Estado dos EUA, falando sob condição de anonimato.

"A secretária e o ministro das Relações Exteriores tiveram uma discussão muito vigorosa. Eles concordaram que a situação é urgente, dada a violência", disse a autoridade a repórteres depois do encontro, que aconteceu na Conferência de Segurança em Munique.

A secretária deixou claro que nós sentimos, que os Estados Unidos sentem fortemente que o Conselho de Segurança da ONU deveria votar hoje", disse a autoridade, acrescentando que a "ação" agora vai para a sede da ONU em Nova York.

ENCONTRO COM PRESIDENTE DA SÍRIA

Sergei Lavrov, e o serviço de inteligência estrangeira do chefe Mikhail Fradkov vão viajar para a Síria na terça-feira para um encontro com o presidente Bashar al-Assad, informaram neste sábado agências de notícias russas citando Lavrov.

A declaração veio em meio a um confronto entre Rússia e países ocidentais sobre plano que será discutido no Conselho de Segurança ONU sobre a Síria.

Lavrov, que disse que o presidente Dmitry Medvedev havia instruído e Fradkov para fazer a viagem, não deu detalhes sobre sua finalidade específica.

(Reportagem de Arshad Mohammed e Steve Gutterman)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.