CMN espera queda do risco Brasil e mantém TJLP em 6,25%

O Conselho Monetário Nacional (CMN) manteve a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) para o primeiro trimestre de 2009 em 6,25 por cento ao ano nesta quarta-feira. Ao estabelecer a taxa, o governo considerou a meta de inflação de 4,5 por cento e o risco Brasil em 175 pontos-básicos e avaliou que o aumento recente desse indicador de risco é transitório. Nesta tarde, o risco-país medido pelo JP Morgan estava na faixa de 480 pontos-básicos. A TJLP é usada na correção dos financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e sua definição leva em conta a inflação e o risco-país. (Reportagem de Isabel Versiani)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.