Colar de ouro da era de Henrique 8º é arrematado por US$ 495 mil

Jóia era usada por conselheiros para simbolizar lealdade ao monarca.

Da BBC Brasil, BBC

07 Novembro 2008 | 12h42

Uma corrente de ouro usada por um dos assessores mais próximos do rei Henrique 8º foi arrematada em um leilão na Christie's, em Londres, por US$ 495.875,00.A jóia teria sido dada pelo rei a Sir Edward Montagu por volta de 1546. Acredita-se que ele a tenha recebido ao ser nomeado para um dos mais altos cargos no judiciário inglês.Os conselheiros do monarca usavam correntes de ouro como símbolo oficial de lealdade a ele e a sofisticação do design e qualidade do metal usado para confeccioná-las indicavam o status de quem a usava.Elas eram conhecidas como "colares dos Esses", numa referência aos elos na forma da letra "S" usada numa referência à expressão religiosa latina Spiritus Sanctrus - Espírito Santo.Acredita-se que Henrique 8º distribuiu apenas 20 dessas correntes a súditos leais pelo que considerou feitos especiais por parte deles, mas não se sabia do paradeiro delas.Esta foi a primeira vez que a relíquia, considerada uma das mais importantes de um período conhecido como era da dinastia Tudor, foi a leilão.Ela estava nas mãos de uma família aristocrática britânica e foi encontrada na antiga casa do poeta inglês Samuel Taylor Coleridge (1772-1834) em meados deste ano.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.