Columbia criará centro de pesquisa sobre cérebros

A Universidade de Columbia, em Nova York, anunciou nesta segunda-feira que em breve criará um centro de pesquisa sobre o cérebro e o comportamento. O instituto será construído graças a doação privada de Dawn Greene, viúva do filantropo nova-iorquino Jerome Greene, no valor de US$ 200 milhões, a maior que a prestigiosa entidade já recebeu.Lee Bollinger, presidente do centro universitário, ressaltou que o Centro Científico Jerome Greene, que será construído em Manhattan, "simbolizará o esforço da universidade para entender o organismo humano". "Também, na prática, conduzirá a curas de doenças e a um conhecimento mais profundo de nosso comportamento como indivíduos e sociedades", acrescentou.O centro de pesquisa terá laboratórios onde os cientistas estudarão aspectos das funções genéticas e cerebrais, os quais poderão ter implicações no tratamento de doenças como os males de Parkinson e de Alzheimer, segundo a universidade.As atividades do novo centro também contribuirão para um maior conhecimento de outras desordens, como o autismo, a demência e a esquizofrenia.O centro será dirigido pelo neurobiólogo Thomas Jessell e os cientistas Eric Kandel e Richard Axel, prêmios Nobel de Medicina em 2000 e 2004, respectivamente.

Agencia Estado,

20 de março de 2006 | 17h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.