Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Com chuva, vazão das Cataratas do Iguaçu sobe 4 vezes

As chuvas na bacia do Rio Iguaçu fizeram com que a vazão das Cataratas, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, atingisse hoje uma média de 6 mil metros cúbicos por segundo, um volume mais de quatro vezes superior à vazão normal, de 1.400 metros cúbicos por segundo. Em toda a extensão do rio, que nasce na região metropolitana de Curitiba, as usinas hidrelétricas permaneceram com os vertedouros abertos para escoamento da água.

EVANDRO FADEL, Agência Estado

15 de fevereiro de 2011 | 15h42

Na Hidrelétrica Binacional Itaipu, o vertedouro também ficou aberto, com vazão de 5.600 metros cúbicos por segundo. O reservatório da usina tem nível máximo de 220 metros e estava com 220,4 metros. Segundo a assessoria de Itaipu, o volume um pouco superior ao normal é resultado das chuvas que caíram na própria região do lago, formado pela bacia do Rio Paraná. O vertedouro ficou aberto na maioria dos dias este ano, chegando domingo à vazão de 8.560 metros cúbicos por segundo. A produção de energia está normal, entre 10 mil e 11 mil megawatts.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvasPRCataratas do Iguaçuvazão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.