Com outra redonda, Brasil é campeão

O Brasil ainda não ganhou a Copa do Mundo do futebol. Mas, com outra redonda em campo, venceu um mundial de Pizza.

O Estado de S.Paulo

19 Junho 2014 | 02h08

O brasileiro André Nevoso Guidon foi eleito o Melhor Pizzaiolo Estrangeiro Emergente durante o PizzaFestival, realizado em Nápoles, no fim de maio. Derrotou sete candidatos e marcou um golaço com a redonda Divina Comédia, uma pizza com ingredientes picantes e adocicados. Para celebrar, Guidon fará uma fornada especial com a receita vencedora nos jantares de amanhã e sábado em sua Leggera Pizza Napoletana, na Vila Pompeia.

Servida em porção individual, como as demais pizzas da casa (com 28 cm de diâmetro), a Divina Comedia leva linguiça seca picante, cebola roxa caramelizada - no concurso ele usou a de Tropea, na região da Calábria -, queijo provola, affumicata (um tipo de mussarela mais seca e defumada), mussarela de búfala, manjericão e parmesão (R$ 34). O queijo tipo provola virá de uma cooperativa no interior de São Paulo. "Pedi a meu fornecedor que fizesse um teste e o produto ficou bem parecido", conta o pizzaiolo.

De ascendência italiana, Guidon é um apaixonado pela cozinha da bota e foi lá que aprendeu como preparar uma autêntica pizza napolitana, com massa macia, borda aerada e levemente crocante. Com fermentação longa e natural, a massa é feita com um blend de farinhas italianas 00, que variam com temperatura e umidade. "Faço ajustes para ter sempre o mesmo resultado", explica Guidon, representante no Brasil da Associazione Verace Pizza Napoletana.

Foi por meio da associação que ele soube do PizzaFestival. O evento reuniu pizzaiolos de vários países para intercâmbios nas pizzarias napolitanas. E uma tenda armada na Piazza Dante recebeu crianças e adultos para aulas sobre pizzas e exposição de produtos, como vinhos, azeites e tomates especiais. Guidon e os demais pizzaiolos (quatro do Japão, dois dos EUA e um de Taiwan) tiveram de assar suas pizzas no forno instalado no meio da praça. "Cada um teve de preparar a própria massa e fazer duas pizzas, uma margherita e outra inédita, criação do participante", conta Guidon. Depois as pizzas foram avaliadas por renomados chefs pizzaiolos napolitanos, membros da AVPN e empresários do setor. / LUCINÉIA NUNES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.