Com valsa coletiva, 15ª Parada Gay começa em SP

A 15ª Parada do Orgulho GLBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros) de São Paulo começou oficialmente por volta das 13h30. A expectativa da organização é de que 3 milhões de pessoas participem. A parada começou com uma valsa coletiva em frente ao Museu de Arte de São Paulo(Masp) para comemorar os 15 anos do evento.

AE, Agência Estado

26 Junho 2011 | 14h17

A chuva que caiu sobre a Avenida Paulista por cerca de 20 minutos no início da tarde não desanimou o público. Os trios elétricos começaram a tocar por volta das 13h40.

A senadora Marta Suplicy (PT-SP); o deputado Jean Wyllys (Psol-RJ); a cantora e atriz Preta Gil e a ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, fizeram discursos contra a homofobia e comemoraram a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de reconhecer as uniões homoafetivas como entidades familiares.

Mais conteúdo sobre:
Parada GaySão Pauloinício

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.