Comandante separatista diz que rebeldes podem atirar em cidade ucraniana apesar de cessar-fogo

Um alto comandante separatista pró-Rússia disse neste domingo que os rebeldes domingo têm o direito de disparar na cidade de Debaltseve no leste da Ucrânia, apesar de um cessar-fogo em vigor, uma vez que é "nosso território."

REUTERS

15 Fevereiro 2015 | 09h12

O cessar-fogo entrou em vigor à meia-noite, mas os militares ucranianos desde então relataram alguns bombardeios em torno Debaltseve, um hub estratégico para transportes.

"É claro que pode abrir fogo (em Debaltseve), é o nosso território ... O território está aqui dentro, é o nosso", disse Eduard Basurin à Reuters por telefone, dizendo que em outros lugares os separatistas estavam cumprindo a trégua.

(Reportagem de Alessandra Prentice)

Mais conteúdo sobre:
MUNDO UCRANIA SEPARATISTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.