Combate à dengue contará com apoio de 2.131 militares

O Ministério da Defesa disponibilizou hoje ao Ministério da Saúde 2.131 militares do Exército, Marinha e Aeronáutica para ações de combate à dengue em todo o País. De acordo com o ministro Nelson Jobim, esses militares estão passando por um treinamento, mas já é certo que além de campanhas educativas junto à população das cidades mais afetadas, eles vão atuar no combate ao mosquito que transmite o vírus da doença, conhecido como Aedes aegypti. "Da minha parte, o que nós estamos fazendo é treinamento. Eles vão combater, fazer educação e limpezas", afirmou Jobim, que participou da abertura da 5ª Conferência do Forte de Copacabana - Segurança internacional, um diálogo Europa-América do Sul, realizado num hotel no bairro de Copacabana, zona sul do Rio. "Então vai ter a função do Exército, de instrução, mas de ação objetivo, de mata-mosquito mesmo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.