Combates e ataques aéreos franceses deixam mais de 100 mortos no Mali

Mais de 100 pessoas, incluindo rebeldes e soldados do governo, morreram no Mali durante ataques aéreos franceses e combates na estratégica cidade de Konna, disseram fontes militares do Mali e testemunhas neste sábado.

Reuters

12 de janeiro de 2013 | 16h22

Uma autoridade do Exércio no quartel da antiga junta militar do Mali em Bamako disse que "mais de 100" rebeldes foram mortos, enquanto um comerciante em Konna disse ter contado 148 corpos, entre eles várias dezenas de soldados do governo.

"Nós o expulsamos. Estamos efetivamente em Konna", disse à Reuters o porta-voz do Ministério da Defesa do Mali, coronel Diaran Kone. "Não sabemos se eles plantaram minas ou outras armadilhas, então estamos nos locomovendo com cautela. Houve muitas mortes em ambos os lados".

(Reportagem de Adama Diarra e Tiemoko Diallo)

Tudo o que sabemos sobre:
MALIATAQUESMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.