Combates no norte da Síria matam 32, diz oposição

Insurgentes sírios mataram 20 soldados em violentos combates perto da fronteira com a Turquia, disseram fontes da oposição na terça-feira.

REUTERS

29 Maio 2012 | 09h19

Segundo esses relatos, seis civis e seis rebeldes, sendo dois deles com posições de comando, também foram mortos nas últimas 24 horas depois do início de uma ofensiva do Exército com tanques e helicópteros para retomar a aldeia de Atareb e seus arredores, na província de Aleppo (norte), 18 quilômetros a leste da fronteira com a Turquia.

A maioria dos soldados morreu no ataque a uma coluna de blindados e caminhonetes que transportavam integrantes da milícia pró-governo "shabihha" de um quartel para Atareb, segundo a oposição.

"Quatro tanques e veículos blindados foram atingidos. Pelo menos dez soldados foram capturados", disse Ahmad Kinan, ativista da oposição em contato com os rebeldes.

Nove rebeldes feridos foram transportados para um hospital turco, e dois comandantes entre eles, capitão Mustafa Abdelrazzaq e major Mohammad Youssef, morreram no caminho, segundo ele.

Outra fonte da oposição disse que os rebeldes, que usam armas leves e operam principalmente à noite para escapar dos helicópteros militares, abandonaram Atareb ao alvorecer, mas que o Exército continuou bombardeando a cidade, destruindo dezenas de casas e outros edifícios.

(Reportagem de Khaled Yacoub Oweis e da redação de Amã)

Mais conteúdo sobre:
SIRIA COMBATES MAISMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.