Começa na França julgamento de mãe suspeita de matar 3 bebês

Veronique Courjault confessou ter matado recém-nascidos e escondido dois corpos em um freezer.

Emma Jane Kirby, BBC

09 Junho 2009 | 07h42

Começou nesta terça-feira, na cidade francesa de Tours, o julgamento de uma mulher acusada de matar três de seus bebês e esconder os corpos de dois deles em um freezer na casa da família, na Coreia do Sul.

Veronique Courjault confessou o assassinato das crianças, depois que exames de DNA mostraram que os corpos eram de seus filhos.

Seu marido, Jean Louis, disse que não sabia sequer que a mulher esteve grávida e foi inocentado de qualquer envolvimento.

Segundo a polícia, como o marido viajava muito a trabalho, sua mulher conseguiu esconder as gestações.

Se for considerada culpada, a ré poderá ser condenada à prisão perpétua.

Os assassinatos foram cometidos entre 1999 e 2003, mas o caso só foi descoberto três anos atrás, chocando a França.

O marido de Veronique encontrou os corpos no freezer de sua casa quando a mulher estava de férias na França com dois filhos do casal e alertou a polícia na Coreia do Sul.

Inicialmente, os dois negaram saber de onde vinham os bebês.

Mas quando os exames de DNA confirmaram que os bebês eram filhos do casal, a ré confessou ter sufocado os dois na Coreia do Sul.

Veronique Courjault confessou ainda ter assassinado outro de seus filhos logo após o nascimento em 1999, quando ainda morava na França.

O julgamento deve durar aproximadamente uma semana.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.