Comerciantes da Feira da Madrugada fazem protesto

Manifestantes rejeitam fechamento temporário do local pela Prefeitura de SP para reformas

GABRIELA VIEIRA, Agência Estado

05 de junho de 2013 | 16h25

Comerciantes da Feira da Madrugada, em São Paulo, fazem mais um protesto nesta quarta-feira, 5. Um grupo permanece na Rua São Caetano, na altura da Avenida do Estado, desde as 8h30, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). As duas vias já haviam sido ocupadas pelos manifestantes na segunda-feira, 3, e também no dia 29. Eles protestam contra o fechamento temporário do espaço onde é realizada a feira, no Brás, região central da capital paulista.

Na segunda-feira, a Prefeitura iniciou as obras para reforma do local, que, segundo laudo dos bombeiros, não cumpria exigências mínimas de segurança para a realização das atividades comerciais. Com a reforma - de responsabilidade da administração municipal e avaliada em R$ 4 milhões -, os comerciantes foram obrigados a fechar as tendas por 60 dias, prazo dado para o término das obras. De acordo com a CET, a manifestação desta quarta não afeta o trânsito na região porque o grupo ocupa apenas a calçada da Rua São Caetano.

Tudo o que sabemos sobre:
Feira da Madrugadafechamentoprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.