Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Comércio do centro de SP deve baixar portas às 15h

Donos de bares, lanchonetes e lojas da região central de São Paulo pretendem dispensar funcionários e baixar as portas mais cedo nesta quinta-feira, por volta das 15 horas. A expectativa dos comerciantes é de que o novo protesto do Movimento Passe Livre, marcado para as 17 horas na frente do Teatro Municipal, cause mais uma vez caos e tumulto nas ruas do maior centro comercial do País.

DIEGO ZANCHETTA, Agência Estado

13 de junho de 2013 | 07h40

O policiamento também será reforçado a partir das 12 horas em pontos como o Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura, na Câmara Municipal e nos calçadões nas Ruas Barão de Itapetininga e Sete de Abril.

Nesta quarta-feira à noite, Marcos Hernandes, de 39 anos, dono de uma padaria na Rua Xavier de Toledo, já avisava seus funcionários sobre a possibilidade de fechar mais cedo. "Eu não vou nem esperar começar nada. Não vou deixar ninguém desse protesto fazer minha padaria de ponto de encontro e de banheiro público", disse Hernandes.

Alguns comerciantes já contabilizam os prejuízos pelo novo fechamento. "Na semana passada, eu fechei cinco horas antes. Isso, brincando, me deu mais de R$ 500 de prejuízo. Não acredito que isso vai acontecer outra vez", lamentou Paulo Leonardo Sarin, de 46 anos, dono de uma cafeteria na Praça do Patriarca. "Picharam minha loja na semana passada. Quem paga a conta?", reclamou Ronaldo Tenório, de 52 anos, dono de uma sapataria na Praça Dom José Gaspar - a parede do estabelecimento ainda está com a inscrição "R$ 3,20 é roubo". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
tarifasprotestocomércioSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.