Comida de Rua

Para o escritor inglês King Adz, este tipo de gastronomia é tudo aquilo que ele conheceu durante suas viagens e resolveu reunir em um livro

Thais Caramico,

24 de dezembro de 2008 | 14h33

O título acima não se resume a pastel, cachorro-quente, fish and chips ou kebabs, que é o cardápio criativo e rápido que você encontra por aí. Não que essas opções não nos surpreendam; o fato é que, bem debaixo do seu nariz, outros quitutes saborosos são feitos de estalo em vários cantos do mundo. Comida de rua, para o escritor inglês King Adz, é tudo aquilo que ele conheceu durante suas viagens e resolveu reunir no livro 'The Urban Cookbook - Creative Recipes for the Graffiti Generation'. "É qualquer coisa que você pode comprar na rua ou levar para comer onde quiser. Aquilo que não é servido somente em restaurante, mas que é muito fresco, rápido e preparado na sua frente", diz Adz.Lançado em outubro pela Thames & Hudson, a obra traz 50 receitas fáceis que o escritor coleciona na memória há mais de 20 anos. No entanto, não é apenas por causa do ‘couscous’ francês, do ‘murgh pilao’ indiano ou do ‘green curry’ tailandês que a obra é interessante. Dividida em cinco capítulos (Nova York, Berlim, Paris, Amsterdã e Londres), ela mescla com o menu nessas e em várias outras cidades, o trabalho de 25 artistas talentosos ligados a arte de rua. Entre um prato e outro, o visual colorido criado por fotógrafos, designers, grafiteiros e skatistas complementa o livro, que traz informações sobre cultura e comida. Ao lado da receita com foto, uma ilustração qualquer. Na outra página, um resumo sobre o artista que a fez e algumas dicas de lugares para comer e conhecer em cada cidade-capítulo. No início você não sabe se é um livro de gastronomia alternativa ou arte underground, mas aos poucos você entende como tudo dialoga com harmonia. Adz só não seguiu a carreira na cozinha porque o restaurante em que ia trabalhar como chef demorou para abrir, fazendo com que ele resolvesse continuar os estudos na St. Martin's School of Arts, em Londres. Portanto, unir as duas áreas foi uma saída fácil para o escritor-chef, que é apaixonado pelos dois assuntos desde criança. "O que fiz foi mostrar minhas receitas favoritas ao lado de grandes talentos artísticos. E tudo isso eu chamo de cultura urbana."A cozinha criativa de King AdzPara mostrar como criou o livro, Adz lançou o ‘Urban Cookbook film’ no Festival Internacional de Amsterdã. O curta, em forma de documentário, você assiste em www.100proof.tv/. Receita para comer no sofáAdz prefere a cozinha indiana. E assim como ele, este é um prato que você pode obter com vendedores ambulantes nas ruas da Índia e Paquistão. Mas também pode fazer em casa. Confira a receitaThe Urban Cookbook - Creative Recipes for the Graffiti Generation Thames & Hudson. Capa dura, 256 páginas. R$ 76, 95, na Livraria Cultura.   

Mais conteúdo sobre:
livroThe Urban Cookbook

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.