Comissão recomenda fechamento de hospital em SP

A comissão da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República que investiga a situação dos hospitais psiquiátricos da região de Sorocaba (SP) recomendou hoje o fechamento do Hospital Mental, em Sorocaba, por falta de condições para atender os pacientes.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

10 Junho 2011 | 19h49

O relatório, assinado também por integrantes do Ministério da Saúde, Defensoria Pública do Estado de São Paulo, conselhos Regional e Federal de Psicologia e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), conclui que o tratamento dado viola direitos dos pacientes. O hospital atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Em visita surpresa realizada no dia 27 de abril, o grupo constatou irregularidades na estrutura do prédio, profissionais em número inferior ao mínimo exigido e submetidos à jornada excessiva, e falta de projeto terapêutico, além de pacientes sem nenhuma documentação. Também foi constatada a presença de pessoa exercendo ilegalmente a profissão de psicólogo. O hospital atende 330 mulheres em regime de internação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.