Robson Fernandes/Estadão
Robson Fernandes/Estadão

Como em Paris, mas no shopping

Com 40 lugares no terraço e mais 70 no salão, decorado com fotos e objetos do mundo do jazz, a nova unidade do Le Jazz vai funcionar sem interrupção, do almoço ao jantar. Entre 17h e 19h, o cardápio será reduzido

Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

17 Outubro 2013 | 02h19

O Le Jazz se instalou no Shopping Iguatemi a convite. Não seria pouco para qualquer restaurante famoso da cidade - mas imagine o significado disso para um bistrô que nasceu quatro anos atrás no lugar de uma garagem na Rua dos Pinheiros, com a ideia de oferecer comida francesa simples a preços razoáveis.

Precisa dizer a razão do convite? O restaurante de Gil Leite, Chico Ferreira e Paulo Bitelman é um fenômeno. Vive lotado desde 2009, quando os amigos de adolescência colocaram em prática o sonho de ter um restaurante. A inauguração, no ano passado, da filial dos Jardins, não apenas não aliviou a espera como irrita a vizinhança, tamanho o movimento.

O Le Jazz Iguatemi vai pelo mesmo caminho. Ainda nem abriu oficialmente e já tem estado lotado - na semana passada, de convidados; e nos últimos dias, de clientes que perceberam as portas abertas...

É o maior, são 110 lugares (Pinheiros tem 56 e o dos Jardins, 70), o único com mesas no terraço. E o mais bonito, um pouco mais sofisticado: a decoração lembra mais a dos bistrôs parisienses (preste atenção nas belas fotos em preto e branco de Nina Simone e Ron Carter, feitas por Bob Wolfenson quando os ícones do jazz estiveram no Brasil). Luminárias, sofás vermelho-vinho no centro do salão, um balcão para as bebidas. O lugar é um charme.

O cardápio é o mesmo, com apenas uma novidade - por enquanto, pois a partir de janeiro as três unidades vão oferecer prato do dia. A estreia é a salada de beterraba assada com queijo de cabra, molho balsâmico, ervas e amêndoas (R$ 28).

O ovo mollet continua impecável (R$ 30,50), o steak tartare (R$ 42,50), imbatível. Mas não são preparados por Chico Ferreira. O chef nomeou um executivo para cuidar das três casas e um sous chef para cada cozinha. A água ainda é grátis, mas nem tudo está igual no Le Jazz, os preços andaram subindo...

Mais conteúdo sobre:
le jazz shopping iguatemi

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.