Complexidade das moléculas dificulta a síntese

Obtenção de matéria-prima é empecilho para desenvolvimento de produtos de espécies marinhas

, O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2010 | 00h00

Um grande gargalo para o desenvolvimento de produtos naturais baseados em espécies marinhas é a obtenção de matéria-prima.

 

A maior parte das pesquisas é baseada em esponjas, ascídias, corais e outros organismos que vivem presos ao substrato marinho e, por isso, dependem de "armas químicas" para se defender de predadores.

O problema é que suas moléculas são extremamente complexas e difíceis de sintetizar, segundo o pesquisador Renato Pereira, da Universidade Federal Fluminense.

 

Consequentemente, sem a síntese, é preciso coletar uma quantidade tão grande de espécimes da natureza que a produção pode colocar a espécie em risco.

 

"O potencial é inegável, mas os entraves também não são poucos", diz Pereira. Para obter 1 grama do princípio ativo ET-743, usado contra o câncer, por exemplo, é preciso 1 tonelada da ascídia Ecteinascidia turbinata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.