Comunidade internacional saúda prisão de Karadzic

União Européia impusera prisão de Karadzic como condição para a aproximação sérvia.

Da BBC Brasil, BBC

21 Julho 2008 | 21h39

A prisão do líder sérvio da Bósnia, Radovan Karadzic, anunciada nesta segunda-feira, foi saudada pelo governo dos Estados Unidos."Nós cumprimentamos o governo da Sérvia, e agradecemos às pessoas que conduziram esta operação por seu profissionalismo e coragem. Esta operação é uma demonstração importante da determinação do governo sérvio em honrar seu compromisso de cooperar com o Tribunal de Crimes de Guerra da antiga Iugoslávia", disse nota da Casa Branca.O governo americano afirmou ainda que "não existe uma homenagem melhor às vítimas das atrocidades da guerra do que trazer seus perpetradores à Justiça", lembrando que julho marca o 13ª aniversário do massacre de Srebrenica, em que mais de 7,5 mil bósnios morreram. Karadzic é acusado de liderar o massacre.Richard Holbrooke, o diplomata americano que mediou os acordos de Dayton para a paz na Bósnia, em 1995, chamou esta segunda-feira de "dia histórico"."Um dos piores homens do mundo, o Osama Bin Laden da Europa, finalmente foi capturado. É significativo que a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte, a aliança de defesa ocidental) continuou a fracassar e os sérvios o capturaram (...) um grande, grande bandido foi retirado da cena pública", afirmou Holbrooke.'Aspirações européias'A prisão de Karadzic e de seu comandante militar, Ratko Mladic, ainda foragido, era condição para uma aproximação da Sérvia da União Européia. "Este foi um desdobramento muito positivo que vai contribuir para trazer justiça e reconciliação duradoura para o oeste dos Bálcãs", disse o presidente da Comissão Européia, José Manuel Barroso."Isto prova a determinação do novo governo sérvio de conseguir plena cooperação com o Tribunal Internacional de Crimes de Guerra. Também é muito importante para as aspirações européias da Sérvia", concluiu Barroso.A Grã-Bretanha também sugeriu que a prisão do líder sérvio pode render frutos ao país na Europa."Esta prisão vai ajudar a encerrar as décadas de conflito na região e abrir caminho para um futuro europeu mais brilhante para a Sérvia e a região", disse o ministro das Relações Exteriores da Grã-Bretanha, David Miliband.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.