Comunidades chinesas sofrem invasão de bilhões de ratos

Estima-se que 2 bilhões de ratos estejam destruindo as lavouras em municípios ao redor do Lago Dongting

Associated Press

09 Julho 2007 | 14h35

Moradores de comunidades localizadas ao redor de um lago chinês tiveram suas lavouras tomadas por ratos, depois que uma enchente forçou os roedores a fugir de uma ilha, informa a mídia estatal chinesa. A invasão de ratos teve início em 23 de junho, quando o Rio Yang tsé transbordou, elevando o nível das águas no Lago Dongting e submergindo tocas de ratos localizadas em ilhas do lago, de acordo com a agência Xinhua. Agora, estima-se que 2 bilhões de ratos estejam destruindo as lavouras em 22 municípios ao redor do Dongting. As autoridades apressam-se para construir muros e fossos para manter os ratos à distância. Moradores da região já mataram um número estimado em 2,3 milhões de ratos, ou 90 toneladas dos animais. No Condado de Yiyang, um fosso escavado ao longo da margem já está transbordando de ratos. Moradores usam bastões e pás para espancá-los até a morte. A invasão de roedores deve piorar, à medida que mais enchentes atingem as cabeceiras do rio e o lago.

Mais conteúdo sobre:
china enchente ratos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.