Conab eleva safra de soja para 67,6 mi t, alta de 18%

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elevou em cerca de 900 mil toneladas nesta terça-feira sua estimativa para a safra 2009/10 de soja do Brasil, para um recorde de 67,6 milhões de toneladas, devido às chuvas favoráveis e à boa produtividade nas áreas produtoras.

REUTERS

09 de março de 2010 | 10h00

A safra de soja do país foi elevada em relação às 66,7 milhões previstas em fevereiro e apresenta um salto de 18,2 por cento ante a temporada anterior, quando foram colhidas 57,2 milhões de toneladas.

"Este crescimento se deve ao aumento da área de plantio e também à recuperação da produtividade nos Estados da região Sul e de Mato Grosso do Sul, que na safra anterior foi severamente prejudicada pelas chuvas irregulares e estiagens prolongadas", explicou a Conab no relatório.

O plantio da oleaginosa foi encerrado em dezembro, em uma área de cerca de 23 milhões de hectares, 6,7 por cento a mais que em 2008/09.

"O crescimento se deve à maior opção do produtor em cultivar a oleaginosa em detrimento das culturas concorrentes, sobretudo do milho, que apresentava à época do plantio desestímulos como: preços reduzidos, problemas de logística e perspectivas futuras de mercado menos atraentes", disse a Conab.

O aumento na área foi observado em todas as regiões que produzem a oleaginosa, com exceção do Mato Grosso do Sul, onde perde área para a cana-de-açúcar devido à implantação de novas usinas.

A produtividade média está estimada em 2.911 quilos por hectare, 10,7 por cento acima da safra passada.

Mantido esses níveis para a produção brasileira de soja, as exportações foram estimadas pela Conab em 26,4 milhões de toneladas e o esmagamento em 32,5 milhões de toneladas.

PRODUTIVIDADE DO MILHO

Já a estimativa para a safra total de milho foi mantida em 51,4 milhões de toneladas neste sexto levantamento do órgão do governo para a atual safra de grãos. Em 2008/09, o país produziu 51 milhões de toneladas de milho.

A área total cultivada com milho no país foi estimada em 12,9 milhões de hectares, queda de 9 por cento ante os 14,2 milhões de hectares semeados em 2008/09.

A produtividade média prevista para a primeira safra deve ficar em 4.042 kg/hectare, 11,3 por cento acima da temporada anterior, com produção estimada em 33 milhões de toneladas, contra 33,6 milhões em 2008/09.

Para safrinha, a previsão é de que sejam colhidas 18,4 milhões de toneladas, alta de 6,1 por cento em relação a safra anterior.

A safra 2009 de trigo, cuja colheita já foi encerrada, também foi mantida em 5 milhões de toneladas, contra 5,9 milhões na temporada anterior. De acordo com a Conab, a semeadura da safra 2010 começará a partir de abril e a área a ser cultivada permanece indefinida devido ao comportamento do mercado e do preço do grão até o momento.

A safra de algodão 2009/10 foi mantida em 1,23 milhão de toneladas de pluma, contra 1,21 milhão em 2008/09. A área total plantada foi estimada em 817,6 mil hectares, queda de 3 por cento ante a temporada 2008/09.

ÁREA ESTÁVEL

Assim, a safra total de grãos do Brasil deve atingir 143,9 milhões de toneladas, a segunda melhor da história, contra projeção em fevereiro de 143,1 milhões de toneladas e 135,1 milhões de toneladas em 2008/09. O recorde de produção é de 2007/08, de 144,1 milhões de toneladas.

"O acréscimo está relacionado às boas condições climáticas favoráveis durante o desenvolvimento das culturas (...) e às indicações do Serviço de Meteorologia, de chuvas regulares para os próximos meses, resultando em produtividades acima da média e recorde no caso da soja", explicou o órgão.

A área total plantada no país em 2009/10 foi estimada em 47,65 milhões de hectares, inalterada ante previsão de fevereiro e praticamente a mesma de 2008/09.

"Este resultado mostra que, nos últimos seis anos, a área plantada com as culturas em questão se mantém na faixa de 47 milhões de hectares, exceção da safra 2004/2005, quando foram cultivados 49,1 milhões de hectares", afirmou a Conab.

(Por Camila Moreira, Edição de Marcelo Teixeira)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSGRAOSCONAB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.