Conama lança norma para coibir emissões

O Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) decidiu ontem que indústrias, refinarias de petróleo, termoelétricas a gás e óleo e fábricas de cimento que entraram em operação antes de 2006 terão de reduzir suas emissões de poluentes aos níveis adotados por plantas mais recentes. "É um ganho expressivo, já que estes setores operam praticamente sem limites de emissão", afirma o gerente de qualidade do ar do MMA, Rudolf Noronha. Os prazos para a adequação variam de 5 a 15 anos, conforme a atividade, mas em alguns casos as exigências terão aplicação imediata./ KARINA NINNI e AFRA BALAZINA, COM AGÊNCIAS

O Estado de S.Paulo

25 de novembro de 2011 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.