Condenação mútua, respeito mútuo

Data estelar: Vênus e Saturno em oposição; a Lua quarto minguante será Vazia das 8h14 até as 14h14, horário de Brasília.

Quiroga, O Estadao de S.Paulo

08 de março de 2010 | 00h00

Enquanto nossa humanidade não abandonar definitivamente o vício da mútua condenação, não haverá o cumprimento de nossa função cósmica, prestando serviço para que o plano em andamento seja contínuo em vez de aos sobressaltos. A intolerância e a visão de que toda diferença deva ser extinta, porque ameaçaria o mundo que se preza de acordo com a própria e particular visão, foi, é e sempre será o terreno fértil em que se desenvolvem regimes autoritários, independente de suas ideologias ou dimensões, porque podem ser de países inteiros, de famílias, de empresas ou mesmo de relacionamentos íntimos. O respeito mútuo é a base da confiança, porque as pessoas que pensam diferente sabem, pelo menos, que as outras pensam também, e as respeitam.

ÁRIES 21-3 a 20-4

O confronto que acontecer em nome do progresso será inevitável e desejável. Porém, criar atritos por não saber que outra coisa fazer seria perda de tempo, na melhor das hipóteses. Na pior delas, seria burrice mesmo.

TOURO 21-4 a 20-5

Enquanto a alegria não renascer das cinzas do que outrora foi um bom relacionamento, nada de novo acontecerá entre o céu e a Terra. Só a alegria pode melhorar sua vida, melhorando automaticamente mais vidas junto com a sua.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Busque sua turma, mas busque-a nas diferenças e não nas semelhanças. Sua turma é aquela que faz você cres- cer e evoluir, não a que acomoda você dentro de certas perspectivas e situações

que confortam.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Descanse o suficiente, nada mais. A seguir, continue sua luta, desprezando as sedutoras facilidades, porque essas hão de ser apenas eventuais, nunca a nota dominante do caminho. A luta é forte, a recompensa também.

LEÃO 22-7 a 22-8

Outras razões se sobrepõem àquelas que eram discutidas e, assim, todo mundo perde

o jogo, todas as pessoas devem dar o braço a torcer. Porém, onde se viu isso acontecer? Entre os humanos, pelo menos, ninguém viu.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Estender o conflito

é inútil e contraproducente, porque acabará se voltando contra você. A generosidade se faz necessária, de modo que as desavenças terminem e comece a germinar a compreensão mútua.

LIBRA 23-9 a 22-10

O atual não é um momento em que você deveria buscar facilidades ou melhorias, mas enfrentar as adversidades ciente de que por trás das mesmas reside a oportunidade de progredir na medida dos desejos originais.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Suavidade e sorrisos, ainda que su-perficiais, podem ser motivo suficiente para animar. O que haveria de er-rado nisso? Iniciar as críti-cas seria desaproveitar o ânimo disponível para quem quiser desfrutá-lo.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

A única facilidade realista é a do seu atrevimento, todas as outras são sedutoras, mas enganosas também. Atreva-se a apostar em seu ideal e mesmo que você não con-quiste a vitória tampouco seu destino será a derrota.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

A compreensão mútua só acontece entre pessoas que confiam. Sem confiança, nada de compreensão. Que alma seria ousada o suficiente nos dias atuais para atrever-se a confiar? Poucas, mas essas poucas são as imprescindíveis.

PEIXES 20-2 a 20-3

Difícil abrir os braços e dar boas vindas às dificuldades. Porém, a sabedoria manda fazer isso mesmo, porque as adversidades são o claro sinal de seu avanço na direção da verdadeira vitória, a dos ideais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.