Conflito na Síria matou 250 só nesta quinta-feira, diz oposição

Mais de 250 pessoas foram mortas na Síria nesta quinta-feira, disse um grupo oposicionista de monitoramento, o maior número de mortos em um único dia desde o início da revolta contra o presidente sírio, Bashar al-Assad, há 16 meses.

Reuters

19 de julho de 2012 | 18h05

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, sediado na Grã-Bretanha, afirmou que 155 civis, incluindo 44 pessoas em Damasco, onde batalhas acontecem há cinco dias, e 93 membros das forças de segurança foram mortos.

O grupo declarou que ainda estava coletando informações sobre o número de combatentes rebeldes mortos junto a fontes no terreno e que espera que o número de mortos suba significativamente.

(Reportagem de Oliver Holmes)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIADUZENTOSCINQUENTAMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.