Confronto com polícia deixa quatro traficantes mortos no Rio

Polícia acredita que grupo sairia em 'bonde' para atacar policiais em serviço; uma moradora ficou ferida

ROBERTA PENNAFORT, Agência Estado

19 de setembro de 2010 | 16h25

Quatro traficantes morreram na noite de sábado, 18, num confronto com policiais militares na Cidade Alta, conjunto habitacional da zona norte do Rio de Janeiro.

 

A moradora da comunidade Priscila da Silva Monteiro, de 23 anos, foi ferida por uma bala perdida no tornozelo. Armas, granadas e drogas (maconha e crack) foram apreendidas.

O confronto ocorreu entre os agentes do 16º Batalhão e traficantes do Morro da Cidade Alta e da Mangueira, que estavam escondidos no local.

 

A Polícia Militar (PM) acredita que eles sairiam em "bonde" pela zona norte, inclusive para atacar policiais em serviço, e os conteve antes que partissem.

 

Os bandidos, segundo a corporação, estavam armados, vestidos de preto e de coletes quando foram surpreendidos.

Policiais em patrulhas e cabines vêm sendo atacados a tiros por criminosos desde quinta-feira. No entanto, o secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, nega que seja algo sistemático.

 

Ele não vê relação entre os incidentes ocorridos quinta, sexta-feira e ontem. Ainda assim, o policiamento foi reforçado em toda a região metropolitana do Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
crimeviolênciatráficopolíciaRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.