Confronto durante protesto deixa 2 mortos no MT

Duas pessoas morreram e outras duas ficaram gravemente feridas após serem baleadas ontem durante um confronto entre agricultores e motoristas, na altura do quilômetro 340 da BR-158, em Bom Jesus do Araguaia, no Mato Grosso. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os trabalhadores rurais mantêm a rodovia bloqueada há mais de dez dias aguardando uma reunião com representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Eles exigem o retorno para a fazenda Bordon, de onde foram retirados.

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

18 de junho de 2009 | 09h20

Por conta da demora da liberação da via, animais bovinos morreram nos caminhões e cargas perecíveis estragaram, o que provocou revolta nos caminhoneiros. Além de interditarem a estrada, os manifestantes queimaram a ponte de acesso ao distrito de Novo Paraíso, que estava sendo utilizada para o desvio do tráfego. Com isso, uma confusão tomou conta do local.

Segundo a PRF, no tumulto, os agricultores Abiné José da Costa, de 49 anos, e Edelton Rodrigues Nascimento, de 48, foram baleados no tórax e não resistiram aos ferimentos. Os outros feridos estão internados em estado grave.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.