Confrontos por crise do lixo deixam 11 feridos na Itália

Confrontos aconteceram em subúrbio de Nápoles escolhido para abrigar aterro sanitário.

Da BBC Brasil, BBC

24 de maio de 2008 | 20h05

Confrontos provocados pela crise que já deixou mais de 3 mil toneladas de lixo acumuladas nas ruas de Nápoles, na Itália, deixaram 11 feridos neste sábado.Os conflitos aconteceram de madrugada, mas dois dos oito policiais feridos se machucaram na manhã deste sábado ao tentar remover um ônibus que fora usado para bloquear uma rua.O confronto aconteceu em Chiaiano, uma das 10 áreas escolhidas pelo novo governo para criar um aterro sanitário e acabar com a crise que começou ainda no Natal.No entanto, os moradores do local, densamente populado, temem que a proximidade do lixo venha a provocar problemas de saúde.Nesta semana, o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, anunciou duras medidas para tentar resolver a crise.Mas a convocação do Exército para auxiliar nos trabalhos vem sendo criticada até pelos militares, que dizem não ser seu trabalho pegar em pás e armas contra os desejos dos napolitanos.O Exército já tinha sido utilizado para ajudar a recolher parte das 250 mil toneladas de lixo acumuladas em Nápoles e em outras cidades da região em janeiro passado, no auge da emergência. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
europaitálianápoleslixo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.