Congonhas tem 14% dos vôos cancelados, segundo Infraero

De acordo com boletim, dos vôos programados em todo o País, 9,3% estavam atrasados e 5,6%, cancelados

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

27 de outubro de 2007 | 17h32

Os aeroportos de São Paulo são os que apresentavam o pior serviço para os passageiros neste sábado, 27, em termos de atrasos e cancelamentos de vôos. Segundo boletim da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), dos 121 vôos previstos para decolarem de Congonhas até as 16 horas, 12 (9,9%) apresentavam atraso superior a uma hora, enquanto 17 (14%) haviam sido cancelados. No aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos, das 139 viagens previstas, sete (5%) estavam com atraso acima de uma hora, enquanto seis (4,3%) foram desprogramadas.De acordo com o boletim, dos 995 vôos programados em todo o País até as 16 horas, 93 (9,3%) estavam com atraso superior a uma hora e 56 (5,6%) tiveram suas partidas canceladas. Merecem destaque também os aeroportos do Rio de Janeiro. No Galeão, dos 91 vôos previstos, sete (7,7%) estavam fora do horário e três (3,3%) foram cancelados. No Santos Dumont, eram quatro atrasos entre os 33 vôos programados e seis cancelados.Quatro aeroportos apresentavam, proporcionalmente ao total de vôos previstos, 50% de atrasos superiores a uma hora: Altamira (PA), Campina Grande (PB), Joinville (SC) e Juazeiro do Norte (CE). Em Altamira, dos quatro vôos permissionários, dois estavam atrasados, mas nenhum havia sido cancelado. Em Campina Grande, dos dois previstos, um estava com atraso e nenhum havia sido cancelado. Em Joinville, além de dois atrasos, um dos vôos havia sido cancelado até as 16 horas, de um total de quatro. Em Juazeiro, das duas viagens previstas, uma foi cancelada e outra estava atrasada até o mesmo horário.Vale ressaltar também que alguns aeroportos cumprem sua tabela de saída de aeronaves sem qualquer atraso. É o caso do Aeroporto Tancredo Neves, de Belo Horizonte (39 vôos no total); Campinas (14), Campo Grande (14), Cruzeiro do Sul (1), Cuiabá (19), Goiânia (14), Ilhéus (5), Imperatriz (2), Londrina (7), Marabá (3), Navegantes (5), Palmas (3), Rio Branco (8), São Luiz (11), Uberaba (2) e Vitória (18).

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.