Congresso fica às escuras para evitar invasão

Por ordem da Polícia Legislativa, as luzes internas do Congresso Nacional foram desligadas e jornalistas e servidores trabalham às escuras. Segundo informações de funcionários da Câmara, o objetivo é dificultar a ação dos manifestantes, que já quebraram o vidro de uma das janelas da sala da primeira vice-presidência e podem invadir o interior do prédio.

RICARDO BRITO E DAIENE CARDOSO, Agência Estado

17 de junho de 2013 | 20h29

Uma comissão de três senadores se reuniu com lideranças do movimento, mas não houve avanços nessa conversa. Na entrada do Congresso, não há efetivo de segurança suficiente para conter o grupo, se houver decisão de invadir o prédio. Apenas policiais legislativos estão presentes e tentam fazer uma barreira humana na porta do prédio.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosBrasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.