Consórcio da Sacyr e Galvão Engenharia ganha contrato para metrô de SP por 490 mi de euros

A empresa de infraestrutura espanhola Somague, subsidiária da Sacyr, faz parte de um consórcio que ganhou um contrato de 490 milhões de euros (618,43 milhões de dólares) para a construção de parte do metrô de São Paulo, disse a companhia em um comunicado nesta terça-feira.

REUTERS

07 de outubro de 2014 | 07h29

O consórcio, que inclui a Galvão Engenharia e a SA Paulista, vai construir uma trecho da Linha 2 Verde, entre Vila Prudente e Dutra, disse.

A subsidiária já havia ganhado outros três contratos para a construção de outras partes da mesma obra de infraestrutura em 2013, por um montante total de 145 milhões de euros.

(Por Emma Pinedo)

Mais conteúdo sobre:
TRANSPORTESSACYRMETROSAOPAULO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.