Continua preparação para o lançamento do ônibus espacial

A administração da Nasa não descarta o lançamento do ônibus espacial Discovery até a próxima quarta-feira, a despeito da descoberta de uma rachadura de 12,7 centímetros na espuma isolante do tanque externo de combustível, e do desprendimento de um pedaço de espuma de 7,6 centímetros de comprimento. Uma nova reunião deverá ocorrer nesta noite para chegar à decisão final sobre o assunto.Os engenheiros da agência espacial crêem que a rachadura e o desprendimento foram causados pela expansão e contração do tanque, durante o abastecimento com combustível super-resfriado. O pedaço que se soltou era pequeno demais para causar dano ao ônibus espacial, disse o vice-gerente do programa, John Shannon. "O que acreditamos que ocorreu ontem, quando tivemos toda aquela chuva, tivemos condensação", disse Shannon. Técnicos da agência espacial pretendem continuar a abastecer o Discovery com combustível.Temores quanto ao desprendimento de espuma do tanque externo das naves vêm assombrando o programa de ônibus espaciais desde o desastre da nave Columbia, em 2003. Um pedaço de espuma solta danificou o revestimento da asa, permitindo a entrada de gás superaquecido durante a reentrada na atmosfera, o que levou à desintegração da nave.A Nasa tentou consertar o problema nos dois anos entre a tragédia e o lançamento do Discovery em 2005, mas novamente houve perda de espuma. A falta de uma solução para o problema levou dois altos funcionários da Nasa a se oporem ao lançamento desta semana, mas as objeções foram desautorizadas pelo chefe da agência espacial, Michael Griffin, que argumenta que, em caso de dano que torne inseguro o retorno do Discovery à Terra, os astronautas poderiam se refugiar da Estação Espacial Internacional.

Agencia Estado,

03 de julho de 2006 | 15h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.