Copom: aumentaram riscos para cenário inflacionário benigno

O Banco Central avalia que aumentaram os riscos à concretização de um cenário inflacionário benigno no Brasil, competindo à política monetária agir de forma "incisiva" para evitar que a maior incerteza em horizontes mais curtos se propague para horizontes mais longos.

REUTERS

06 de maio de 2010 | 08h56

O comentário foi feito nesta quinta-feira na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), quando a Selic foi elevada em 0,75 ponto percentual, para 9,5 por cento ao ano.

(Reportagem de Vanessa Stelzer e Paula Arend Laier)

Tudo o que sabemos sobre:
BACENATA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.