Coreia do Norte prende estudante sul-coreano por entrada ilegal no país

A Coreia do Norte disse neste sábado que prendeu um estudante universitário sul-coreano que portava carteira de residente permanente dos Estados Unidos (green card) por entrada ilegal no país.

REUTERS

02 Maio 2015 | 12h20

Joo Won-moon, de 21 anos, de Nova Iorque, foi pego no dia 22 de abril atravessando o lado chinês de Rio Yalu, de acordo com a agência de notícias norte-coreana KCNA. Joo admitiu ter violado a lei norte-coreana, disse a mídia estatal.

A KCNA informou que Joo é estudante da Universidade de Nova Iorque (NYU).

A prisão acontece depois da Coreia do Norte ter dito no final de março que havia detido dois sul-coreanos, acusando-os de espionagem depois que eles atravessaram a fronteira com a cidade de Dandong.

Dandong é o lar de muitos comerciantes de etnia sino-coreana, que fazem negócios com empresários das Coreias do Sul e do Norte. Ela também é o lar de sul-coreanos e missionários cristãos ocidentais que tentam trabalhar na Coreia do Norte.

Uma quantidade de missionários norte-americanos foram presos no passado e alguns receberam permissão para voltar para casa depois de intervenções de figuras importantes dos EUA.

Mas apesar dos apelos de Seul pela libertação, a Coreia do Norte vem mantendo presos cidadãos sul-coreanos, incluindo um missionário que foi condenado à prisão perpétua com trabalhos forçados no ano passado por espionagem e pela criação de uma igreja clandestina.

As duas Coreias permanecem tecnicamente em guerra, já que o conflito civil de 1950-53 terminou com uma trégua em vez de um tratado de paz.

(Por Ju-min Park)

Mais conteúdo sobre:
MUNDOCOREIADONORTEILEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.