Coreógrafo argentino Berardi morre no Rio

Foi divulgada ontem a morte do coreógrafo argentino Juan Carlos Berardi, que desenvolveu sua carreira no Brasil e foi responsável pela introdução da dança em vários programas marcantes da TV Globo. Ele foi o criador do balé de abertura do programa Fantástico, em 1973, mas também coreografou números para o conteúdo e vinhetas de programas como "Vinícius para Crianças", "Saudade Não Tem Idade", "Faça Humor, Não Faça Guerra", "Brasil Pandeiro" e "Chico City".

ALEXANDRE RODRIGUES, Agência Estado

30 de maio de 2010 | 19h03

Na antiga TV Rio, coreografou o balé do programa "Noite de Gala", dirigido por Geraldo Casé e estrelado por Betty Faria. Segundo a TV Globo, Berardi tinha 76 anos e morreu na noite de sábado em um hospital da zona sul do Rio, onde estava internado. A causa da morte não foi divulgada. O corpo do coreógrafo será cremado na tarde de amanhã, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, zona portuária do Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
mortecoreógrafo argentinoBerardiRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.