Corpo de brasileira desaparecida há 15 anos é encontrado em prédio de Buenos Aires

Durante reforma, pedreiro encontrou o cadáver com o documento da mulher conhecida como 'a pianista' pelos vizinhos.

Marcia Carmo, BBC

14 Abril 2012 | 18h12

Um pedreiro que realizava uma obra em um apartamento no centro de Buenos Aires encontrou um corpo embrulhado em lençóis e, com ele, o documento da brasileira Teresa da Silva.

A polícia local confirmou tratar-se de um corpo humano e foi aberta uma investigação para confirmar a identidade do cadáver.

Vizinhos teriam confirmado que a brasileira morava no edifício e que há quinze anos, em 1997, sua família chegou a registrar queixa em uma delegacia local diante de seu sumiço.

A mulher era conhecida pelos vizinhos como "a pianista" e teria 46 anos de idade quando desapareceu sem deixar notícias, de acordo com a emissora de televisão argentina TN e com o jornal El Clarín.

Ainda segundo a imprensa local, seu marido seria o principal suspeito pelo desaparecimento. Ele morreu três anos após o sumiço da mulher. Sua

O apartamento fica na Avenida Corrientes, um ponto turístico a poucos metros do Obelisco, símbolo de Buenos Aires. A propriedade havia sido vendida e seus novos donos decidiram reformá-la.

Fontes do Itamaraty disseram à BBC Brasil que a polícia de Buenos Aires informou ao Consulado do Brasil, na capital argentina, que será preciso "esperar exames técnicos" para confirmar se o corpo "corresponde a um ou homem ou a uma mulher", "que idade teria" e se de fato é da brasileira.

"Mas ainda é precipitado atribuir a ossada a quem quer que seja", disseram. Ainda segundo fontes diplomáticas, familiares da mulher não tinham procurado autoridades no país até este sábado. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.